Escrito em por & arquivado em Angelo, Artigos, Gaymer Review.

Pelo podeeeer do prisma lunaaaaar!!!!!

sailor-moon

 

Finalmente criei coragem e comecei a assistir Sailor Moon, mas não o anime antigo e sim o remake. Até tentei ver o clássico, só que achei tão infantil e bobo que não me atraiu em nada. Talvez o fato de eu ser adulto  e não ter assistido na infância tenha influenciado minha opinião.

Porém, isso não me impediu de me acabar nos games das guerreiras protetoras do sistema solar. Numa época em que consoles estavam em falta na minha casa, o jeito foi recorrer ao famoso CD da feirinha com 500 jogos de Super Nintendo. Zapeando pelo emulador, percebi que Sailor Moon possui uma enorme gama de títulos lançados incluindo RPGs, beat’m ups e puzzles. E foi com Bishoujo Senshi Sailor Moon Super S – Fuwa Fuwa Panic, lançado em 1995 para o SNES, que eu passei horas em frente o computador derrotando azamiga na adolescência.

Como o nome é muito comprido, iremos chama-lo carinhosamente de Sailor Moon da Bexiguinha, é mais prático. O jogo não foi lançado na terra do tio Sam, caso contrário teria um nome bem mais simples. Leia mais »