Escrito em por & arquivado em Angelo, Artigos, Game Movies, Gaymer Review.

Muitos fãs de Resident Evil reclamam sobre os filmes live action dirigidos por Paul Anderson. Segundo esses “haters”, o principal motivo da desavença é o fato de não seguir a história dos games. Porém, se engana quem acredita que os filmes em CG da série são lindos e maravilhosos, só pelo fato de acharem um espacinho em meio a confusa time line da franquia.

Primeiro tivemos RE Degeneração, de 2008, que conseguiu homenagear de forma simplória o décimo aniversário de Resident Evil 2. Em 2012, RE Condenação veio com um enredo confuso, que não agrega praticamente nada a franquia, tornando-se apenas um delicioso fan service necessário para alimentar a indústria. Agora temos Resident Evil: A Vingança, que mais uma vez joga fora a oportunidade de fazer algo no mínimo interessante. Com enredo manjado, dublagem de qualidade duvidosa e uma animação que decaiu bastante em comparação com seus antecessores.

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, Game Movies, Gaymer Review.

Como disse na última edição do GaymerCast, minhas expectativas para o Capítulo Final estavam bem baixas. Então, eu simplesmente desliguei o cérebro e fui com a intenção de me divertir, simples assim. Nada de exigir enredos elaborados ou um desfecho que (por um milagre) conseguisse tapar todas as crateras da franquia. E essa foi exatamente a sensação que tive, com cenas de ação frenéticas e a Alice mais humanizada da série, consegui completar meu objetivo.

Os fãs dos longas vão adorar, já os fãs dos games nem tanto. É até difícil de decifrar o enigma que se tornou a mente de Paul Anderson quando o assunto é a história de Resident Evil. E essa foi a única maneira que encontrei para aceitar todas as explicações dadas no suposto fim da franquia no cinema.

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em GaymerCast.

Está entre nós!

A segunda (e última parte) sobre os filmes live-action de Resident Evil acaba de sair do forno. Nessa edição do GaymerCast continuamos destrinchando a saga cinematográfica de Paul W. S. Anderson e Milla Jovovich. Na última edição paramos no terceiro longa, lançado em 2007. Agora, apontamos mais falhas na história no quarto e quinto filme, além de nossas expectativas e curiosidades sobre o capítulo final que estreia no Brasil em 26 de janeiro. Então não perca tempo, aperte o play e aproveite.

 

E se quiser participar ou dar sua opinião/sugestão para o podcast deixe seu comentário ou envie um e-mail para contato@gaymeover.com.br.

 

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em GaymerCast.

Hello Gaymers!

Na nossa primeira edição do GaymerCast de 2017 vamos destrinchar todos os filmes live action de Resident Evil. Contamos tudo sobre a pré-história antes de se tornar o que temos hoje. Além de apontar todos os furos na história escrita por Paul W. S. Anderson. Essa será a versão oficial do nosso especial que se iniciou em um post aqui no blog, mas achamos que assim ficaria mais dinâmico e divertido.

Como tínhamos muitas curiosidades e observações sinceras sobre os longas, o podcast ficou um pouco longo. Por isso tomamos a decisão de dividir essa edição em duas partes! A segunda parte está prevista para o próximo domingo e enquanto isso vocês já podem apertar o play e debater com a gente sobre os três primeiros filmes da saga.

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, Artigos, Game Movies, Sem categoria.

Em nossa primeira série especial, o Gayme Over irá destrinchar os cinco filmes de RE. Nesse post contaremos curiosidades da produção, erros de enredo, continuidade e faremos comparações com o game numa análise detalhada de cada título lançado até o momento, apontando os erros e acertos nos longas do diretor Paul W. S. Anderson.

 

Nesse post nos comprometemos em dizer a verdade, nada mais que a verdade mesmo que possa irritar alguns fãs dos filmes e dos jogos!

Verdade Rupaul

 

Nesta primeira parte temos como destino a cidade de Raccoon City, mais precisamente o laboratório secreto chamado de Colmeia! Então prepare-se e venha conosco nessa viagem turbulenta que são os 14 anos de Resident Evil no cinema!

 

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, Artigos.

A maioria dos rostos em personagens digitais são baseados em pessoas reais, alguns são tão bonitos quanto a versão digitalizada, outros nem tão belos assim.  Agora você irá conhecer alguns dos modelos que serviram de inspiração para os já conhecidos protagonistas dos jogos. Eles fazem parte de um dos diversos elementos que compõe o indivíduo do jogo. Existem aqueles que curtiram tanto a ideia, que até fizeram cosplays e deram vida aos nossos companheiros de jogatina.

 

Abaixo você irá descobrir quem são as pessoas por trás dos personagens:

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, TOP.

O apocalipse pela tecnologia sempre foi tema de histórias famosas. Se dermos uma olhada no youtube sobre robótica, até parece que não estamos muito longe de algo parecido com os filmes e games. As inteligências artificiais (IA) estão cada vez mais avançadas, sempre programadas para tornar a vida melhor, mais fácil. Normalmente um computador autoconsciente não consegue compreender o valor da vida humana em sua totalidade, pelo menos é o que foi mostrado até agora nas histórias fictícias. O Gayme Over separou alguns desses terríveis vilões que tornam a vida dos mocinhos um verdadeiro lag.

 

Nem preciso lembrar que o post contém spoilers, certo?

Spoilers

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, Danilo, TOP.

Resident Evil é uma série bem única nos videogames. Fazendo aniversário este mês, não é toda franquia que pode dizer que sobreviveu ao teste do tempo e mantém fãs por duas décadas esperando o próximo capítulo da saga.

20 anos atrás, foi pedido a Shinji Mikami para fazer um jogo de horror inspirado no em Sweet Home do Nintendinho, com a intenção de ser um remake do mesmo, mas com fortes referêncas trazidas de Alone in the Dark (PC). Mikami acabou criando um produto próprio e diferente do objetivo inicial, definindo o tipo de jogo que ele queria como um “Survival Horror”.

A partir dai a série foi deixando um legado gigantesco de filmes, jogos, quadrinhos, action figures, livros, entre vários outros produtos. Mas vamos nos focar naquilo que fez RE tão grandioso com os momentos mais memoráveis em toda a saga.

*****CONTÉM SPOILERS DA SAGA PRINCIPAL*****

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, Danilo, TOP.

Você está jogando aquele game incrível! Com a história de encher os olhos, reviravoltas e vários personagens para interagir. Com o passar do tempo fica até difícil não ter uma queda por algum deles. São centenas de histórias e relacionamentos que criamos durante as jogatinas, principalmente nos RPG’s, nos identificando com suas distintas personalidades e maneiras de pensar.

“Mas, Angelo, esses personagens não existem!” nós sabemos jovem, não custa nada usar a imaginação e conferir a nossa lista dos crushes que foram feitos pra casar!

Se liga nessa marimba do amor s2

Leia mais »

Escrito em por & arquivado em Angelo, Artigos.

Você nem imagina, mas o número três possui uma profunda simbologia ligada à religião que se reflete em nosso modo de vida e até mesmo no sistema de governo que utilizamos. Só para exemplificar: São necessárias no mínimo três pessoas para que a democracia seja viável, o Estado é regido pelos três poderes (Legislativo, executivo e o judiciário), no cristianismo temos a santíssima trindade (O pai, o filho e o espírito santo), o triângulo é a primeira forma geométrica, na mitologia grega temos as Moiras que tecem o destino de humanos e deuses, os três porquinhos e por aí vai! 

Tive um professor na faculdade que, em praticamente todas as aulas, citava alguma coisa sobre o número três. Tentei relacionar o tema com os games e descobri que eles também possuem algum tipo de trindade, saca só:

Leia mais »